sábado, 26 de maio de 2012

Apostila ABC do Osciloscópio

Print Friendly and PDF

Estruturado em 6 secções, Introduz na primeira alguns conceitos e terminologias relevantes sobre o assunto. Na seção 2 aborda o princípio de funcionamento dos osciloscópios analógicos e digitais (de amostragem), bem como apresenta algumas das características que podem e devem ser levadas em consideração na aquisição destes equipamentos. As questões relacionadas com a interligação entre o osciloscópio e os circuitos em teste são abordadas na seção 3, enquanto que a seção 4 apresenta uma descrição das funções mais habitualmente encontradas nos osciloscópios analógicos e digitais (de amostragem). Na seção 5 apresentam-se algumas técnicas  para efetuar medições de tensão e de tempo. Finalmente, a seção 6 aborda o estado atual da tecnologia, apresentando as características mais relevantes de diversos tipos e modelos de osciloscópios disponíveis no mercado. Este material foi elaborado em português de Portugal. Assim, alguns termos utilizados são diferentes dos utilizados no Brasil. Mas nada que impeça o entendimento do conteúdo.



ÍNDICE 
1.  INTRODUÇÃO ...............................................................................................................................3  
1.1.  O  QUE É E PARA QUE SERVE UM OSCILOSCÓPIO? .........................................................................3 
1.2.  ASPECTO EXTERIOR DE UM OSCILOSCÓPIO ...................................................................................4  
1.3.  MEDIÇÃO DE GRANDEZAS NÃO ELÉCTRICAS E NÃO PERIÓDICAS ? ...................................................5 
1.4.  SIGNIFICADO DE  “ ANALÓGICO ”  E “ DIGITAL ”....................................................................................5 
1.5.   INSTRUMENTOS “ REAIS”  E “ VIRTUAIS” ...........................................................................................7 
2. PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO E CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS ............................... 11  
2.1.  O SCILOSCÓPIOS ANALÓGICOS E DE AMOSTRAGEM..................................................................... 11  
2.2.  PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO DO OSCILOSCÓPIO ANALÓGICO.................................................. 12 
2.3.  PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO DO OSCILOSCÓPIO DE AMOSTRAGEM......................................... 15  
2.4.  MÉTODOS DE AMOSTRAGEM..................................................................................................... 16 
2.5.  C ARACTERÍSTICAS MAIS RELEVANTES....................................................................................... 19  
3. INTERLIGAÇÃO ENTRE O OSCILOSCÓPIO E OS CIRCUITO S EM ANÁLISE ...................... 23 
3.1.  C ONCEITOS INTRODUTÓRIOS .................................................................................................... 23  
3.2.  SOBRE LIGAÇÕES DE MASSA E  TERRA ....................................................................................... 24  
3.3.  PONTAS DE PROVA .................................................................................................................. 26  
3.4.  C OMPENSAÇÃO DO CIRCUITO DE ATENUAÇÃO............................................................................ 30  
4.  COMANDOS  FUNDAMENTAIS ................................................................................................. 33 
4.1.  C ONSIDERAÇÕES INICIAIS........................................................................................................ 33 
4.2.  C OMANDOS DO ECRÃ............................................................................................................... 35  
4.3.  C OMANDOS DO SISTEMA VERTICAL.......................................................................................... 35 
4.4.  C OMANDOS DO SISTEMA H ORIZONTAL ...................................................................................... 39 
4.5.  C OMANDOS DO SISTEMA DE  SINCRONISMO ............................................................................... 41 
5. TÉCNICAS DE MEDIÇÃO......................................................................................................... .. 45  
5.1.  O  ECRÃ (Tela)................................................................................................................................... 45  
5.2.  AJUSTE INICIAL DOS COMANDOS ............................................................................................... 46  
5.3.  MEDIÇÃO DE TENSÃO ............................................................................................................... 47  
5.4.  MEDIÇÃO DE PERÍODO E FREQUÊNCIA....................................................................................... 49  
5.5.  MEDIÇÃO DE TEMPO DE SUBIDA................................................................................................ 50  
5.6.  MEDIÇÃO DE DESFASAMENTO................................................................................................... 50  
5.7.  SINCRONIZAÇÃO DE FORMAS DE ONDA COMPLEXAS ................................................................... 53  
6. ESTADO DA TECNOLOGIA ....................................................................................................... 55  
6.1.  TIPOS DE OSCILOSCÓPIOS ACTUAIS E EMERGENTES .................................................................. 55  
6.2.  O SCILOSCÓPIOS DE BAIXO CUSTO............................................................................................ 56  
6.3.  O SCILOSCÓPIOS TOPO DE GAMA............................................................................................... 58  
6.4.  O SCILOSCÓPIOS BASEADOS EM COMPUTADOR .......................................................................... 59  
6.5.  SIMULADORES DE OSCILOSCÓPIOS ........................................................................................... 61  
REFERÊNCIAS.................................................................................................................... ............ 63  
APÊNDI CES..................................................................................................................................... 65  
APÊNDICE  A –  PRINCÍPIO DO EFEITO HALL ....................................................................................... 65  
APÊNDICE  B –  C OMPENSAÇÃO DO C IRCUITO DE ATENUAÇÃO: PROVA ............................................... 66  
APÊNDICE  C  –  ANÁLISE DE SINAIS DE  VÍDEO .................................................................................... 67  
APÊNDICE  D  –  MÉTODO  ELÍPTICO PARA MEDIÇÃO DE  D ESFASAMENTO: PROVA .................................. 68  


Um comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...