sexta-feira, 30 de novembro de 2012

DALI: Padrão para Controle Digital para Sistemas de Iluminação

Print Friendly and PDF

DALI é um acrônimo de “Digital Addressable Lighting Interface”. Trata-se de um padrão internacional especificado pela norma IEC 60929 que independe dos fabricantes dos produtos, o que assegura a intercambialidade e a interoperabilidade de dispositivos “dimmerizáveis” de vários fabricantes. Isto dá aos projetistas, fabricantes de luminárias, construtores, instaladores e usuários finais a segurança de várias fontes de fornecimento. DALI é a maneira ideal e simplificada de comunicação digital ajustada às necessidades tecnológicas do lighting design contemporâneo. DALI é mais simples e mais barato do que sistemas convencionais de gerenciamento predial (BMS - Building Management System).


DALI é um protocolo dedicado puramente ao controle de iluminação, eficaz para a seleção de informações como, por exemplo, a situação de luminárias com defeito. O fluxo de informação do sistema DALI é bidirecional. A fiação do DALI é simples: consiste apenas em um cabo de dois fios simples entre as unidades no sistema. O número máximo dos endereços individuais disponíveis no padrão de DALI é 64, com corrente máxima da fonte indicada em cerca de 250 mA. Assim sendo, as unidades de controle usando o protocolo DALI devem ser usadas em um sistema, cujo tamanho estará limitado a 64 dispositivos endereçáveis ou à corrente total do sistema 250 mA (o valor que for alcançado primeiramente).



Leia mais em: O que é DALI?, por Wilson Teixeira *. Oferecimento de Lume Arquitetura.



 * formado em Engenharia Elétrica no início dos anos 70, é mestre em Arquitetura pela FAU/UFRJ, na área de Conforto Ambiental, e doutor em Engenharia de Produção pela COPPE/UFJR. No início dos anos 90, cursou a Escola Superior de Guerra, onde ficou por 13 anos como professor-adjunto da Divisão de Ciência e Tecnologia. Neste período, teve a oportunidade de estudar, com profundidade, a questão da capacitação tecnológica e da transferência de tecnologia, notadamente nos países em desenvolvimento. Foi nessa ocasião que forjou a expressão “o mundo para nós se comporta como um grande supermercado de oportunidades”, numa clara alusão à cornucópia de conhecimentos, em grande parte, decorrente do processo de globalização. Desde que abandonou os caminhos tradicionais da engenharia, vem atuando como consultor. Em 1997, expandiu suas atividades docentes, passando a integrar o seleto quadro de instrutores do NTT Treinamento Avançado. Em 2001, criou o primeiro curso de pós-graduação lato sensu (especialização) em Eficiência Energética em Edificações do País, na Universidade Veiga de Almeida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...